Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

Barclaycard Gold - Ter o cartão nº 1 da Europa acaba com todos os Mitos do Credito Consumo. O seu "credit card".

 

• O seu "Credit Card" para Credito consumo.
• 0% de taxa nas compras efectuadas no estrangeiro
• Possibilidade de fazer um pagamento mínimo mensal de 3% ou €7,5/mês, beneficiando de até 56 dias de crédito sem juros.
• Pode transferir dinheiro gratuitamente para a sua conta bancária, até 90% do saldo disponível.
• Seguro de Assistência em Viagem Gratuito;
• Seguro de Protecção de Pagamentos;
• Seguro de Protecção de Cartões;
• Garantia Anti-Fraude Gratuita.
• Sem abrir uma nova conta ou mudar de banco;

 

Site: http://www.barclaycard.pt/index.php3?page=SF4

publicado por mariorui às 11:56
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 1 de Setembro de 2009

Flexibom - Light

Com o Flexibom Light pode ter até 50.000€ em 96 meses e sem pagar juros nos 2 primeiros meses.

  • Montante: 5.000€ a 50.000€
  • Prazo: 12 a 96 meses
  • Sem despesas de abertura
  • 0% de juros nos dois primeiros meses.
  • TAN: 13,956%
  • TAEG: 14,91% (exemplo para um crédito de 50 000€ a 96 meses)
publicado por mariorui às 09:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 9 de Agosto de 2009

BES - Crédito individual

Para qualquer finalidade, até 30.000€ e 120 meses

- 6 e 120 meses
- 2.500 € a 30.000€
- Pode optar por pagar 14 prestações por ano
- Pode optar por pagar 30% do montante de financiamentono final do contrato
- TAEG de 13,790% para um montante de 10.000 euros a 60 meses, com financiamentoda comissão de estudo de processo incluída
- Taxa de Juro adequada ao seu perfil, com acesso a bonificações em função do seu envolvimento com o Banco.
- Pode optar por um período de carência inicial de capital até 6 meses e beneficiar assim de uma prestação mais baixa neste período:
    * Carência até 3 meses: prazo do empréstimo entre 6 e 17 meses.
    * Carência até 6 meses: prazo do empréstimo entre 18 e 120 meses.
- O crédito individual financia a subscrição do Seguro de Protecção ao Crédito. Este seguro garante o pagamento das prestações ou do capital em dívida em determinadas situações imprevistas que possam afectar os seus rendimentos e tem duas modalidades:
    * Seguro BES Protecção: Cobertura da dívida em caso de morte ou invalidez absoluta e definitiva.
    * Seguro BES Protecção Mais: Cobertura da dívida em caso de morte ou invalidez absoluta e definitiva e pagamento das prestações em caso de desemprego.

publicado por mariorui às 09:57
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008

BES - Crédito Flash

Chegou o Crédito Flash. O Crédito para pequenos montantes com aprovação muito rápida e fácil, sempre pronto naquelas ocasiões em que precisa de dinheiro no momento.

- Sem Custos de Abertura/Estudo de Processo
- Sem comissões de estudo/abertura de processo.
- Período de carência até 6 meses
- Valor Residual até 30%
- Seguro de Protecção ao Crédito contra imprevistos
- 500€ a 2.500€
- 6 a 60 meses
- TAEG: 21,462%

publicado por mariorui às 09:25
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Cartão Unibanco Oxygen - Crédito Pessoal, rápido e flexível, para clientes


- Escolha a conta bancária, o montante desejado e o prazo de reembolso (de 12 a 60 meses)
- Confirmação do crédito em 48 horas úteis e transferência para a sua conta nas 24 horas seguintes
- Oferta das despesas de abertura de processo para um crédito superior a 1.500€
- Prestações fixas e debitadas mensalmente no extracto do cartão Unibanco Oxygen
- Garantia de manutenção da taxa de juro do Crédito na Conta durante o prazo de pagamento escolhido
- Unibanco Oxygen : Adira online e ganhe 3% de desconto em todas as compras para sempre!


Vantagens:
    - Recebe trimestralmente 3€ por cada 100€ do valor médio das suas compras
    - 15 a 20% de desconto em mais de 200 espaços de moda, decoração, turismo e lazer
    - Serviço de viagens personalizado
    - Alertas sobre a utilização do cartão, via sms ou email
    - Protecção em caso de perda ou roubo do cartão. Isenção de responsabilidade após comunicação à Unicre. Nas 48h anteriores a sua responsabilidade será no máximo de €150/ano.


1.000€ a 20.000€
    - TAEG: 22,90%

publicado por mariorui às 09:39
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 29 de Julho de 2008

Flexibom - Crédito pessoal

- Financiamento>até 100%
- Prazo alargado até 60 meses
- Possibilidade de carência inicial até 3 meses
- Financiamento até € 50.000
- Sem despesas de dossier

 

- até 50.000€
- TAEG: 19,216%

publicado por mariorui às 09:37
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Cartão Unibanco Oxygen - Crédito Pessoal, rápido e flexível, para novos clientes


- Escolha a conta bancária, o montante desejado e o prazo de reembolso (de 12 a 60 meses)
- Confirmação do crédito em 48 horas úteis e transferência para a sua conta nas 24 horas seguintes
- Oferta das despesas de abertura de processo para um crédito superior a 1.500€
- Prestações fixas e debitadas mensalmente no extracto do cartão Unibanco Oxygen
- Garantia de manutenção da taxa de juro do Crédito na Conta durante o prazo de pagamento escolhido
- Unibanco Oxygen : Adira online e ganhe 3% de desconto em todas as compras para sempre!


Vantagens:
    - Recebe trimestralmente 3€ por cada 100€ do valor médio das suas compras
    - 15 a 20% de desconto em mais de 200 espaços de moda, decoração, turismo e lazer
    - Serviço de viagens personalizado
    - Alertas sobre a utilização do cartão, via sms ou email
    - Protecção em caso de perda ou roubo do cartão. Isenção de responsabilidade após comunicação à Unicre. Nas 48h anteriores a sua responsabilidade será no máximo de €150/ano.



1.000€

    - TAEG: 25,29%
   
2.000€ a 20.000€
    - TAEG: 22,90%   

publicado por mariorui às 15:01
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Junho de 2008

Cartão de Crédito: Vantagens, Riscos e Dívidas.

Este artigo pretende mostrar os riscos e benefícios inerentes ao uso de cartões de crédito, quais as melhores formas de lidar com eles e outras dicas que poderão ser uma grande mais valia para os seus utilizadores.

Cada vez mais aumenta o número de pessoas que recorre aos cartões de crédito como forma de adquirir produtos e(ou) serviços facilmente e sem burocracias e que, por vezes, sem cartão de crédito não conseguiria comprar. Acontece que esta, provavelmente, é a principal razão pela qual o cartão de crédito pode ser tão perigoso e pode colocar tantas famílias numa situação financeira de falência.

Este meio de pagamento é muito fácil de utilizar e, talvez por isso, seja assustador pois, devido à facilidade de utilização somos levados a abusar das vantagens e, sem darmos conta estamos cheios de dívidas e a pagar juros a taxas de juro altíssimas, por vezes as mais altas do mercado.

Como é que podemos fugir a esta tentação de gastar mais do que aquilo que podemos pagar?

Normalmente o problema com os cartões de crédito é a falta de gestão das contas e não a falta de dinheiro. Eis, então, algumas dicas para sobrevivermos ao uso do cartão de crédito:
- Tente sempre pagar as contas em dinheiro. Utilize o cartão de crédito só em caso de extrema necessidade.
- Pague sempre a conta do cartão dentro do prazo pois as taxas de juro são as mais altas do mercado.
- Faça as contas de forma a ter dinheiro para pagar a conta do cartão de crédito .

Este tipo de pagamento tem sempre que ser usado com muita responsabilidade pois pode comprometer o futuro financeiro de qualquer pessoa e, em alguns casos, de famílias inteiras. Lembre-se que o cartão de crédito apenas lhe permite fazer compras e pagamentos com dinheiro que, pode não estar disponível na altura mas, terá que estar mais tarde, ou seja, até à data de pagamento das contas do cartão de crédito, esse dinheiro terá que estar disponível.
Se gastar mais do que aquilo que ganha, com certeza irá ter problemas e contas para pagar que, com a sua liquidez financeira, vão ser impossíveis de pagar.

Segundo as estatísticas mais recentes, cerca de dois terços das pessoas que têm cartões de crédito têm que pagar, todos os meses, encargos financeiros decorrentes da sua utilização. Nos últimos anos, houve uma mudança de cartões de taxa fixa para taxa variável, quando as taxas de juro começaram a subir, havendo neste momento cerca de dois terços de todos os cartões com taxas variáveis. As taxas de juro deste tipo de crédito têm vindo a subir, cada vez mais, e os efeitos indesejáveis desta subida recaem, principalmente, as sobre classes trabalhadoras e as famílias de rendimentos médios.

Quando entra numa situação de dívida com cartões de crédito da qual não consegue sair, nunca peça um crédito para pagar essa mesma dívida pois isso só vai tornar as coisas mais difíceis e complicadas. A primeira coisa a fazer é poupar. Tente poupar em tudo o que conseguir, ande mais a pé, não gaste dinheiro em restaurantes, telemóveis, em cinema, Poupe também na alimentação, no telefone, na televisão por cabo e em tudo o que conseguir. Por último, tente reeducar-se no que concerne a compras e a todo o tipo de gastos. Pense sempre muito bem antes de comprar qualquer coisa. Será que realmente precisa do que está a pensar comprar?

Boa sorte e, não se esqueça, reduza as despesas e habitue-se a deixar o cartão de crédito em casa.
 

publicado por mariorui às 10:17
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

Actualizações por Email:

Delivered by FeedBurner

 Anúncios NetAffiliation 

.posts recentes

. Barclaycard Gold - Ter o ...

. Flexibom - Light

. BES - Crédito individual

. BES - Crédito Flash

. Cartão Unibanco Oxygen - ...

. Flexibom - Crédito pessoa...

. Cartão Unibanco Oxygen - ...

. Cartão de Crédito: Vantag...

.arquivos

. Maio 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds